EDUCAÇÃO em DIA Alagoas

Inscrições para a Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas se encerram nesta quinta (23)

Podem participar da competição estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e de todas as séries do Ensino Médio. Em 2021, AL teve o 6º melhor desempenho do Brasil na competição e o 2º da Região Nordeste

Por Ana Paula Lins/ Seduc

21/06/2022 às 15:37:46 - Atualizado há
Escolas públicas devem fazer o credenciamento por meio da internet -Thiago Ataíde/ Seduc

Escolas públicas de todo o país terão até a quinta-feira (23) para efetuarem a inscrição na edição 2022 da Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP). O credenciamento deve ser feito no site http://www.sbfisica.org.br/~obfep/inscricoes-2022/ e as provas serão aplicadas nos dias 30 de agosto (1ª fase) e 26 de novembro (2ª etapa).

Organizada pela Sociedade Brasileira de Física (SBF), a OBFEP visa estimular o estudo da Física, identificar jovens talentos – fomentando seu ingresso na universidade – e incentivar o aperfeiçoamento dos professores da rede pública. Em Alagoas, a competição é coordenada pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e conta com o apoio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), secretarias municipais de Educação (Semeds) e Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

Podem participar da competição estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e de todas as séries do Ensino Médio. No ato da inscrição, o professor responsável pelo credenciamento deve cadastrar a sua escola e informar quais alunos estão aptos a participar das provas.

"Neste ano em que empreendemos uma série de ações para reverter as perdas educacionais destes dois anos de pandemia, a OBFEP e demais olimpíadas de conhecimento são excelentes ferramentas para fortalecer a aprendizagem que foi afetada durante o período de distanciamento social", avalia a secretária de Estado da Educação, Roseane Vasconcelos.

DESEMPENHO ALAGOANO

Na edição 2021 da olimpíada, Alagoas conquistou 36 medalhas, sendo 8 de ouro, 14 de prata e 14 de bronze. Dentre estes 36 medalhistas, 20 conseguiram premiação tanto nos níveis estadual quanto nacional da competição. Estes resultados fizeram com que o estado registrasse o sexto melhor desempenho do Brasil e o segundo do Nordeste no ranking da OBFEP.

Professor do Instituto de Física da Ufal e coordenador estadual da OBFEP, Samuel Teixeira diz que, este ano, a meta é superar os números da edição 2021. "A olimpíada traz ganhos tanto para os estudantes quanto para seus professores, visto que é um estímulo para os jovens ingressarem nas universidades e fomenta o aperfeiçoamento dos docentes. Por isso, convidamos todas as escolas públicas de Alagoas a participarem e fazerem desta a maior edição da OBFEP em número de participação e de medalhas", conclama o coordenador.

Superintendente de Políticas Educacionais da Seduc, Ricardo Lisboa celebra os resultados de Alagoas na competição. "Nos últimos anos, Alagoas têm se destacado e se superado nas olimpíadas de física. Na rede estadual, isso é consequência do empenho de nossos professores e estudantes, bem como uma série de ações que incluem formações, projetos de programação e robótica e a nossa parceria com a Ufal. Este ano, nossa meta é que mais escolas participem e que agreguem a olimpíada a ações que já desenvolvemos em nossa rede, a exemplo do Professor Mentor e dos programas de recomposição de aprendizagem", declara.

Fonte: secom/AL
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2022 Alagoas Em Dia
Notícias o tempo todo

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia
X