ELEIÇÕES 2022 em DIA Brasil

Diplomata indicada para embaixada americana no Brasil diz que país tem sistema eleitoral democrático

Por Redação

18/05/2022 às 22:07:52 - Atualizado há
Elizabeth Bagley afirmou, na sabatina no Senado dos Estados Unidos, que a eleição de outubro não vai ser um momento fácil por causa dos comentários do presidente Jair Bolsonaro, mas que o Brasil tem todas as instituições democráticas de que precisa para promover eleições livres e justas. Diplomata indicada para embaixada americana no Brasil diz que país tem sistema eleitoral democrático

A diplomata indicada para assumir a embaixada dos Estados Unidos em Brasília declarou nesta quarta-feira (18), em sabatina no Senado americano, que o Brasil tem todas as instituições democráticas de que precisa para promover eleições livres e justas.

A Comissão de Relações Exteriores do Senado sabatinou a advogada e ex-embaixadora americana em Portugal Elizabeth Bagley, indicada do presidente Joe Biden para o mais alto cargo da diplomacia dos Estados Unidos no Brasil. Nas declarações iniciais, ela indicou quais serão as prioridades, se for confirmada para o cargo pela Casa.

"O Brasil abriga 30% das florestas tropicais do mundo, incluindo 60% da Amazônia. Uma das minhas prioridades vai ser incentivar esforços para reduzir drasticamente o desmatamento, proteger os defensores da floresta e processar os responsáveis por crimes ambientais e atos de violência", disse.

Ela afirmou que o Brasil não está trabalhando para alcançar os compromissos de combater o desmatamento anunciados na Conferência do Clima da ONU no ano passado.

Elizabeth Bagley disse que outra prioridade é reafirmar a confiança nas instituições democráticas do Brasil e no sistema eleitoral brasileiro.

"Eu vou reforçar o compromisso dos Estados Unidos em fortalecer a democracia, os direitos humanos e o Estado de Direito no Brasil e em todo o hemisfério."

Na fase das perguntas dos senadores, ela enfrentou ceticismo. O presidente da comissão, o senador democrata Bob Menendez, pressionou:

"Sobre a tentativa do presidente Bolsonaro de minar a credibilidade do sistema eleitoral brasileiro, que medidas você tomaria para garantir o apoio à integridade e ao resultado das eleições democráticas no Brasil?"

Bagley respondeu que o Brasil tem instituições democráticas fortes, apesar das falas do presidente:

"Bolsonaro disse várias coisas, mas o Brasil é uma democracia, com instituições democráticas, um sistema eleitoral democrático, Judiciário e Legislativo independentes, liberdade de expressão e todas as instituições democráticas de que precisa para promover eleições livres e justas. Eu já monitorei muitas eleições e sei que não será um momento fácil por causa de muitos dos comentários dele, mas apesar desses comentários há uma tradição democrática."

A sabatina na Comissão de Relações Exteriores do Senado foi considerada tranquila. Nas próximas semanas, os senadores vão poder mandar perguntas por escrito para Elizabeth Bagley e ela vai ter que responder, também por escrito. Depois disso, a comissão vai se reunir para decidir se aprova e encaminha a indicação para o plenário do Senado, que, então, decide se a confirma como a nova embaixadora dos Estados Unidos no Brasil.
Fonte: g1
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2022 Alagoas Em Dia
Notícias o tempo todo

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia
X