Polícia Santa Catarina

CAVOU A PRÓPRIA COVA: suspeito disse à polícia de SC que fez vítima abrir a própria cova

O corpo da jovem desaparecida em 15 de novembro foi encontrado enterrado na Praia do Sol, em Laguna, nesta sexta.

Por Redação

03/12/2021 às 20:28:08 - Atualizado h√°
Amanda foi vista pela última vez em balada de Santa Catarina ?- Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil de Santa Catarina revelou, nesta sexta-feira (3), os motivos que levaram ao assassinato da paranaense Amanda Albach, de 21 anos. O corpo da jovem foi encontrado enterrado na praia Irapirubá Norte, em Laguna, no Sul catarinense, no início desta tarde. Três pessoas, uma delas amiga da vítima, foram presas temporariamente em Canoas, no Rio Grande do Sul, na quinta-feira (2). Amanda deixa uma filha de 2 anos.

Segundo o delegado Bruno Fernandes, respons√°vel pela investiga√ß√£o, um dos suspeitos disse que o crime ocorreu momentos após a jovem fazer contato com a fam√≠lia, em 15 de novembro. Ele teria obrigado a jovem a fazer a própria cova antes de disparar duas vezes contra a v√≠tima.

Segundo a defesa da família, o corpo de Amanda deve ser reconhecido por um familiar e liberado neste sábado (4), no Instituto Geral de Perícias (IGP) de Tubarão, no Sul do Estado.

Investiga√ß√Ķes

A den√ļncia do desaparecimento chegou à pol√≠cia catarinense no dia 19 de novembro, quando foram iniciadas as dilig√™ncias. Nas redes sociais de Amanda, a √ļltima publica√ß√£o que a pol√≠cia encontrou foi do dia 13 de novembro. Era uma foto na Praia do Canto, em Imbituba, no Sul catarinense.

Fonte: g1
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2022 Alagoas Em Dia
Notícias o tempo todo

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia
X
X