Esportes Série A

Keno sai do banco e Atlético-MG vence o Internacional em ressaca da Libertadores

Por Redação

03/10/2021 às 07:56:18 - Atualizado há

No primeiro confronto após a eliminação para o Palmeiras na semifinal da Copa Libertadores, o Atlético-MG contou com a estrela do atacante Keno para vencer o Internacional, por 1 a 0, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Keno saiu do banco de reservas e mudou a história do jogo com suas principais características: velocidade e faro de gol. Antes disso, o Internacional havia criado as melhores chances de gol na partida. Foi um gol histórico: o gol 1000 do time mineiro no Brasileirão de pontos corridos, desde 2003. A vitória manteve o Atlético-MG na liderança, agora com 49 pontos ganhos. A diferença para o Palmeiras, vice-líder, é 11 pontos, apesar de o time paulista ainda entrar em campo neste domingo contra o Juventude. Já o Internacional viu cair uma invencibilidade de oito jogos no campeonato e desperdiçou a chance de encostar no G4, apesar de seguir bem colocado: é o sétimo, com 32 pontos.

Horas antes de a bola rolar, uma forte chuva caiu na cidade de Belo Horizonte, principalmente na região da Pampulha, deixando o gramado do Mineirão bastante pesado. Por isso, o primeiro tempo foi muito equilibrado e com poucas oportunidades de gol. A primeira chegada do Atlético-MG aconteceu aos 12 minutos, em cabeceio de Nathan Silva pela linha de fundo. Mas o Internacional respondeu logo em seguida, aos 15, quando Taison iniciou a jogada e encontrou Moisés em ótima posição. O lateral cruzou e quase encontrou Patrick para finalizar. A postura do Internacional foi de ter a posse de bola e evitar com que o Atlético-MG ficasse perto da sua área, uma estratégia que surtiu efeito, até mesmo pela forte marcação dos gaúchos em cima de Nacho Fernández e Hulk.

Com o jogo controlado, o Internacional teve tranquilidade e quase foi premiado com gol aos 45 minutos. Edenílson fez ótima jogada pela direita e tocou para Yuri Alberto. O atacante finalizou de primeira e obrigou Everson fazer linda defesa, mandando a bola para a linha de fundo. No segundo tempo, o Internacional seguiu mais efetivo no ataque e quase abriu o placar aos dois minutos. Moisés cruzou na área e Nathan Silva, de forma estranha, recuou para Everson e quase mandou contra o próprio gol. O camisa 1 chegou a tempo e fez a defesa. O Atlético-MG não ficou atrás e foi mais objetivo com a bola nos pés. Aos 13 minutos, Guga recebeu ótimo passe, invadiu a área e foi travado pela marcação. Só que consequentemente deu mais espaços ao Inter, que voltou a assustar aos 14 em finalização fraca de Taison nas mãos de Everson.

Cuca mexeu na formação e apostou na velocidade de Keno para sair de campo com a vitória. As chances pelo menos apareceram. Numa delas, aos 29, Guilherme Arana cruzou na área e o atacante desviou muito perto da trave do goleiro Daniel. Melhor em campo, o Atlético-MG abriu o placar aos 32 minutos. Hulk encarou a marcação de Rodrigo Dourado, foi até a linha de fundo e cruzou para Keno desviar para as redes. Gol merecido pela postura ofensiva na reta final da partida.
A vantagem mudou a pressão de lado e o Internacional correu atrás do prejuízo. Mas parou na forte marcação do time mineiro, que segurou a vitória até o apito final. O Atlético-MG volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar a Chapecoense, às 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Já o Internacional, no mesmo dia e horário visitará o Ceará, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE).


Fonte: JP
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2021 Alagoas Em Dia
Notícias o tempo todo

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia
X
X