Sa√ļde Brasil

Ministro da Saúde entrega unidades fluviais a comunidades ribeirinhas

Moradores de comunidades ribeirinhas do Amazonas e do Pará passam a contar com novas unidades básicas de Saúde fluviais e reforço para as unidades que...

Por Redação

12/09/2021 às 15:37:21 - Atualizado h√°

Moradores de comunidades ribeirinhas do Amazonas e do Par√° passam a contar com novas unidades b√°sicas de Sa√ļde fluviais e refor√ßo para as unidades que j√° existem. A amplia√ß√£o das a√ß√Ķes para essas regi√Ķes est√° em duas portarias assinadas neste s√°bado (11) pelo ministro da Sa√ļde, Marcelo Queiroga, em Manaus.

O objetivo das portarias é garantir o acesso igualit√°rio à rede p√ļblica para todos os brasileiros e o atendimento em locais de dif√≠cil acesso em todas as regi√Ķes do pa√≠s.

O ministro visitou uma das unidades fluviais, na comunidade Bela Vista do Jaquiri, onde o acesso só é poss√≠vel percorrendo duas horas de barco.

Nesses munic√≠pios, na maioria das vezes, a √ļnica forma de acesso é por via fluvial, inclusive para equipes de profissionais de sa√ļde. Dessa forma, o Ministério da Sa√ļde destina recursos federais para unidades b√°sicas de Sa√ļde Fluvial (UBSF). Ao todo, na primeira portaria, quatro munic√≠pios ser√£o contemplados com as embarca√ß√Ķes que comportam a estrutura para atendimentos b√°sicos. S√£o eles Caaparinga, Ipixuna e Manicoré, no Amazonas, e S√£o Domingos do Capim, no Par√°.

A transfer√™ncia dos incentivos financeiros por parte do ministério depender√° da efetiva√ß√£o do cadastramento feito pelos gestores locais. O custeio mensal de cada UBSF é de R$ 90 mil. Ao todo, fazem parte da nova estrutura das UBSFs entregues pela pasta 15 embarca√ß√Ķes, 12 unidades de apoio e 75 profissionais de sa√ļde, entre agentes comunit√°rios, auxiliares ou técnicos de enfermagem, auxiliares ou técnicos de sa√ļde bucal, médicos e cirurgi√Ķes-dentistas.

A segunda portaria assinada hoje (11) credencia os munic√≠pios de Manicoré (AM), Tabatinga (AM), Juruti (PA) e Santo Antônio do Tau√° (PA) a receberem incentivo para equipes de Sa√ļde da Fam√≠lia Ribeirinha (eSFR), unidades de Apoio Ribeirinha e embarca√ß√Ķes. O investimento é suficiente para 32 embarca√ß√Ķes e a contrata√ß√£o de 137 profissionais de sa√ļde. A transfer√™ncia dos incentivos por parte do Ministério da Sa√ļde depender√° do cadastramento no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Sa√ļde.

Em 2021, a pasta j√° repassou mais de R$ 56 milh√Ķes para equipes de sa√ļde da fam√≠lia fluvial e fam√≠lia ribeirinha.

Adolescência

O Ministério da Sa√ļde destinar√° cerca de R$ 11 milh√Ķes para os munic√≠pios e o Distrito Federal promoverem a preven√ß√£o e o combate a doen√ßas. A portaria também foi assinada hoje, durante a visita do ministro a Manaus.

Mais de 32 milh√Ķes de adolescentes podem ser beneficiados pela portaria que implementa a medida. A iniciativa prev√™ investimento de R$ 1 mil a R$ 50 mil por munic√≠pio. Os valores ser√£o distribu√≠dos proporcionalmente, considerando a quantidade de adolescentes cadastradas no Sistema de Informa√ß√£o em Sa√ļde para a Aten√ß√£o B√°sica (Sisab) em cada localidade.

Fonte: Agência Brasil
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2021 Alagoas Em Dia
Notícias o tempo todo

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia