Polícia Goiás

Mulher que foi internada após procedimento para aumentar o bumbum morre em hospital de Anápolis

Delegada disse que biom√©dico se apresentou como falso m√©dico à cliente e contou com a ajuda de um estudante de medicina para fazer a interven√ß√£o em cl√≠nica clandestina. Ronilza Johnson morava na Inglaterra e fez a aplica√ß√£o quando viajou ao Brasil para visitar o pai.

Por Redação

03/05/2021 às 12:03:58 - Atualizado h√°

Ronilza Johnson, de 46 anos, morreu na noite de s√°bado (1¬ļ), após ter complica√ß√Ķes por causa de um procedimento estético para aumentar o bumbum em uma clínica clandestina de An√°polis, a 55km de Goi√Ęnia. Ela estava internada no Hospital Municipal desde 27 de mar√ßo, segundo a família.

De acordo com a investiga√ß√£o, o biomédico respons√°vel pela interven√ß√£o se apresentou para Ronilza Johnson como médico e contou com a ajuda de um estudante de medicina para fazer as interven√ß√Ķes no bumbum, rosto e outras partes do corpo da mulher.

O G1 n√£o localizou a defesa dos investigados, no domingo (2), para se pronunciar sobre o caso.

Com a morte de Ronilza, a delegada Cynthia Alves Costa, respons√°vel pela investiga√ß√£o, disse que os suspeitos podem responder por les√£o corporal seguida de morte, além de exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. A investigadora informou ainda que pode pedir a pris√£o preventiva deles.

Ronilza morava na Inglaterra com a família e viajou para An√°polis para visitar o pai, assim como faz todos os anos. Desta vez, ela decidiu fazer o procedimento por indica√ß√£o de amigos, em mar√ßo.

Investigação

Segundo a delegada Cynthia Alves Costa, a pessoa que fez o procedimento é o biomédico Lucas Santana, que se apresentou como médico a Ronilza. A delegada disse que ele usou polimetilmetacrilato, mais conhecido como PMMA, para fazer o preenchimento. Apesar de n√£o ser proibido, o uso, porém, n√£o é indicado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia para este procedimento específico.

O produto causou infec√ß√Ķes graves no corpo de Ronilza, que depois necrosaram e viraram feridas. Após passar mal e ser levada para o hospital, a mulher denunciou os suspeitos.

"O procedimento foi feito de forma ilegal, o que j√° foi verificado. Ela passou mal uma semana depois e vizinhos chamaram uma ambul√Ęncia", conta a delegada.

Or√ßamento dos procedimentos estéticos feitos pelo biomédico — Foto: Reprodu√ß√£o/Polícia Civil

Or√ßamento dos procedimentos estéticos feitos pelo biomédico — Foto: Reprodu√ß√£o/Polícia Civil

Um documento mostra os servi√ßos que foram feitos, totalizando quase R$ 9 mil. Na folha apreendida pela polícia, est√° o carimbo de Lucas Santana (veja acima). A polícia também apontou a participa√ß√£o de Thierry Cardoso, um estudante de medicina na Bolívia.

A delegada cumpriu mandados de busca e apreens√£o nas casas dos suspeitos e na clínica onde atuam, na última sexta-feira (30). A polícia também esteve em endere√ßos domiciliares em Leopoldo de Bulh√Ķes e em An√°polis.

Na casa do estudante, em Leopoldo de Bulh√Ķes, foram apreendidos inúmeros medicamentos, inclusive de proced√™ncia estrangeira, de uso veterin√°rio e receitas médicas em branco.

A clínica onde o biomédico trabalhava foi fechada pela Vigil√Ęncia Sanit√°ria por falta de alvar√° de funcionamento. No local, foram apreendidos cadernos com anota√ß√Ķes e tubos utilizados para coleta e armazenamento de sangue.

O Conselho Regional de Biomedicina disse, em nota, que o biomédico realizou um procedimento n√£o autorizado pelo Conselho Federal de Biomedicina e que ser√° aberto contra ele processo ético, sem prejuízo da an√°lise de processo criminal pelas autoridades policiais. A nota diz que Lucas da Silva Santana tem registro profissional e habilita√ß√£o em estética.

Polícia Civil encontra medicamentos e seringas em casa de suspeito de aplicar PMMA em mulher internada — Foto: Reprodu√ß√£o/Polícia Civil

Polícia Civil encontra medicamentos e seringas em casa de suspeito de aplicar PMMA em mulher internada — Foto: Reprodu√ß√£o/Polícia Civil

Fonte: G1
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2021 Alagoas Em Dia

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia