Política Brasil

Presidente do Senado critica falta de articulação nacional no combate à pandemia

Por Redação

01/04/2021 às 21:43:43 - Atualizado h√°
Rodrigo Pacheco criticou as aglomera√ß√Ķes, que vem se repetindo mesmo com esfor√ßo de prefeitos e governadores para medidas de distanciamento. Para ele, o que tem ocorrido j√° n√£o é um problema de informa√ß√£o, mas de falta de solidariedade e empatia das pessoas. Presidente do Senado critica falta de articula√ß√£o nacional no combate à pandemia

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, criticou, nesta quinta-feira (1¬ļ), a falta de articula√ß√£o nacional no combate à pandemia e refor√ßou a import√Ęncia da vacina√ß√£o.

O Ministério da Sa√ļde informou que come√ßou a enviar, nesta quinta, aos estados e ao Distrito Federal, 9,1 milh√Ķes de doses de vacinas. S√£o 8,4 milh√Ķes de doses da CoronaVac e 728 mil da AstraZeneca/ Oxford, produzidas pela Fiocruz.

O ministério disse também que até s√°bado (3) deve receber mais 2,3 milh√Ķes de doses da vacina da Fiocruz.

A vacina√ß√£o foi tema de um encontro, nesta quinta, do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, com o consórcio nacional de vacinas das cidades brasileiras, coordenado pela Frente Nacional dos Prefeitos. O consórcio re√ļne 1.800 munic√≠pios e debate a compra coletiva de vacinas, remédios e insumos para o combate à pandemia.

No encontro, Pacheco criticou as aglomera√ß√Ķes, que vem se repetindo mesmo com esfor√ßo de prefeitos e governadores para medidas de distanciamento. Segundo ele, o que tem ocorrido j√° n√£o é um problema de informa√ß√£o, mas de falta de solidariedade e de empatia das pessoas.

O presidente do Senado também criticou a falta de uma articula√ß√£o nacional para coordenar o combate à pandemia. Na semana passada, em uma reuni√£o com a participa√ß√£o dos presidentes dos tr√™s poderes, foi criado um comit√™ para tratar de medidas nacionais.

"N√£o h√° nada pior em um momento desse que a desarticula√ß√£o, a falta de coordena√ß√£o. E o Brasil revelou, infelizmente, a partir desta falta de coordena√ß√£o, algo que n√£o pod√≠amos ter feito. Era preciso coordenar deste o in√≠cio todos os entes federados para enfrentar da melhor forma poss√≠vel essa pandemia. Obviamente, nós temos que reconhecer, o Brasil atrasou esse processo, atrasou esse cronograma. Nós estamos correndo atr√°s do tempo nesse momento. A institui√ß√£o desse comit√™ - muitos disseram, com um ano de atraso -, mas vamos dizer, é o que nós atendemos, especialmente quando eu assumi a presid√™ncia do Senado, que é o que podia ser feito", afirmou Rodrigo Pacheco.
Fonte: G1
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2021 Alagoas Em Dia

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia