Cidades Alagoas

Menino de 10 anos tem braço sugado por ralo de piscina em Maceió

Por Redação

09/01/2021 às 12:52:43 - Atualizado há
Família decidiu expor caso para que outras crianças não sejam vítimas do mesmo tipo de acidente. Menino de 10 anos fica com braço preso no ralo da piscina do prédio onde mora

Um menino de 10 anos teve o braço sugado pelo ralo de uma piscina enquanto brincava em um condomínio em Maceió. O acidente ocorreu no último domingo (3). A criança teve parada cardiorrespiratória e foi reanimada ainda no prédio, e depois levada a um hospital. Depois da alta, Davi se recupera bem em casa.

A mãe de Davi, Márcia Medeiros, disse que a família decidiu expor o acidente na piscina para alertar pais e responsáveis e evitar que aconteça o mesmo com outras crianças.

"O objetivo da gente ter exposto a situação que aconteceu na nossa família foi para que outra pessoas, outros pais, não passem pelo que a gente passou e estamos passando, porque não é fácil você perder uma criança ou sentir que vai perder por uma bobagem".

"Entaão devemos ficar sempre muito atentos a nossas crianças em aguas (piscina ou mar) independente da idade, procurar sempre saber se a bomba da piscina esta desligada quando estiver sendo usada e ficarmos atentos ao tipo de ralo que tem na piscina , pois no caso do Davi, a tampa saiu fácil!", relatou Márcia em uma rede social.

A mãe contou que Davi e um primo estavam sozinhos na piscina e tiveram a ideia de tirar a tampa do ralo para brincar de jogar pedrinhas.

"Como ele jogou a pedrinha e ela foi embora, ele tentou busca-la. Foi quando ele foi sugado e ficou com o bracinho preso até a região do ombro", contou.

Márcia contou que tudo ocorreu em poucos minutos. Os adultos só conseguiram retirar Davi do fundo da piscina quando a bomba foi desligada.

"Quando o primo percebeu, chamou os adultos. Então os adultos vieram e tiraram ele da piscina. Só que não foi tão fácil, porque como ele estava muito preso, não conseguiram tirar logo ele. Quando o porteiro desligou a bomba, ele conseguiu ser retirado".

Apesar dos poucos minutos, a criança ficou submersa e perdeu a consciência. A reanimação foi feita por dois estudantes de medicina no próprio condomínio. Depois Davi foi levado a um hospital.

"Só que quando ele saiu [foi retirado da piscina] já estava em parada cardiorrespiratória", disse.

O médico Mário Amorim falou sobre o estado de saúde de Davi, e reforçou que crianças precisam de supervisão de adultos em piscinas por causa do risco de traumas e sucção.

"Nós acompanhamos ele no hospital. Hoje ele teve uma consulta de retorno. Está bem. Está se recuperando", disse.

Após o acidente o ralo da piscina foi substituído por um modelo que é mais difícil de ter a tampa retirada.

Fonte: G1
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2021 Alagoas Em Dia

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia