Polícia Brasil

Polícia encontra corpo em propriedade da Casa Dom Inácio e suspeita que seja de japonesa desaparecida

Segundo investiga√ß√Ķes, mulher fazia tratamento espiritual na institui√ß√£o, criada por Jo√£o de Deus, em Abadi√Ęnia. Jovem foi preso e confessou ter assaltado e matado a v√≠tima.

Por Redação

17/11/2020 às 12:43:27 - Atualizado h√°
Polícia suspeita que corpo encontrado seja de japonesa Hitomi Akamatsu, 43 anos, que estava desaparecida

O corpo de uma mulher foi encontrado, na segunda-feira (16), escondido entre pedras e terra, a cerca de dez metros de uma cachoeira que fica na propriedade da Casa Dom In√°cio de Loyola, em Abadi√Ęnia, no Entorno do Distrito Federal. A Pol√≠cia Civil suspeita que a v√≠tima seja uma japonesa que fazia tratamento no local h√° dois anos e estava desaparecida h√° uma semana.

Nesta ter√ßa-feira (17), a Pol√≠cia Civil prendeu um jovem que confessou ter assaltado e matado uma mulher, além de ter escondido o corpo dela no local. Porém, ele n√£o informou se trata-se da japonesa. Segundo a corpora√ß√£o, o rapaz n√£o apresentara advogado até o final desta manh√£.

O G1 tentou contato com a Casa Dom In√°cio por telefone, entre 9h e 10h, para pedir um posicionamento sobre o caso, mas as liga√ß√Ķes n√£o foram atendidas.

A institui√ß√£o é internacionalmente conhecida por receber pessoas em busca de tratamento espiritual. A Casa Dom In√°cio de Loyola foi fundada por Jo√£o Teixeira de Faria, conhecido como Jo√£o de Deus.

Atualmente, ele est√° cumprindo pris√£o domiciliar em An√°polis, a 55 km de Goi√Ęnia, pois foi condenado pela Justi√ßa por cometer crimes sexuais contra mulheres que iam ao local para atendimentos espirituais. Jo√£o de Deus nega as acusa√ß√Ķes, e a defesa dele recorreu das senten√ßas.

Os advogados informaram que o cliente "est√° afastado da institui√ß√£o desde 2018, por ordem judicial, e portanto, n√£o tem conhecimento dos fatos além daqueles j√° noticiados pela impressa local".

Jo√£o de Deus quando esteve preso em Aparecida de Goi√Ęnia — Foto: Renata Costa/TV Anhanguera

Jo√£o de Deus quando esteve preso em Aparecida de Goi√Ęnia

Delegado responsável pelo caso, Albert Peixoto Salvador disse que não há indícios de que haja qualquer envolvimento de João de Deus ou de algum membro da instituição com o crime.

As investiga√ß√Ķes levaram a um jovem de 18 anos, morador da cidade - cuja identidade n√£o foi divulgada. Segundo a pol√≠cia, ele confessou o crime ao ser detido.

"O preso contou que estava sendo cobrado por uma d√≠vida de drogas e foi ao local, que sabia que era frequentado por muitos estrangeiros, para tentar assaltar alguém. Ele disse que encontrou essa mulher, ela ofereceu resist√™ncia e, com medo de ser denunciado, ele a enforcou usando a própria camisa", explicou.

Ainda de acordo com o delegado, o jovem disse que n√£o encontrou nada de valor com a v√≠tima, por isso levou uma pe√ßa de roupa dela e outros pertences e os queimou. Albert detalhou que, no depoimento, o rapaz contou ter achado um litro de combust√≠vel que usou para atear fogo aos objetos - foi solicitada per√≠cia também neste local.

Casa Dom In√°cio de Loyola — Foto: Juliana Lopes/TV Anhanguera

Casa Dom In√°cio de Loyola

Desaparecimento

O corpo foi encontrado por uma equipe de bombeiros com c√£es farejadores que buscavam por Hitomi Akamatsu, de 43 anos. Segundo a Pol√≠cia Civil, o desaparecimento dela foi denunciado por um amigo, no domingo (15), mas ela n√£o era vista desde o dia 10 de novembro - dia em que, segundo as investiga√ß√Ķes, o jovem preso roubou e matou a mulher achada morta.

O Instituto Médico Legal (IML) tenta identificar se o corpo encontrado é o de Hitomi. Até as 11h20 desta ter√ßa-feira, os exames de identifica√ß√£o n√£o haviam sido conclu√≠dos. Segundo o órg√£o, o corpo estava em decomposi√ß√£o, o que dificulta as an√°lises.

Segundo o delegado, um amigo de Hitomi, que fez a den√ļncia do desaparecimento dela, contou que a japonesa é uma sobrevivente do acidente nuclear de Fukushima, que aconteceu em 2011, no Jap√£o, e se mudou h√° dois anos para a cidade.

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

Cachoeira dentro da Casa Dom In√°cio de Loyola, perto de onde corpo de mulher foi encontrado — Foto: Reprodu√ß√£o/Pol√≠cia Civil

Cachoeira dentro da Casa Dom In√°cio de Loyola, perto de onde corpo de mulher foi encontrado

Fonte: G1
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2021 Alagoas Em Dia

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia