Últimas Notícias Alagoas

Policial militar preso por estupro e assassinato em Maceió é expulso da corporação

Por Redação

19/10/2020 às 16:17:43 - Atualizado h√°
Josevildo Valentim dos Santos Junior é acusado de estuprar e matar Aparecida Rodrigues Pereira, de 19 anos, em 2019. Ele aguarda julgamento preso. Josevildo Valentim é suspeito de cometer estupros em Maceió, Marechal Deodoro e Rio Largo

Reprodução/TV Gazeta

A Pol√≠cia Militar do Estado de Alagoas (PM-AL) determinou a expuls√£o do militar Josevildo Valentim dos Santos Junior da corpora√ß√£o. Ele confessou ter estuprado e matado uma mulher e ter tentado matar o namorado dela a tiros em Maceió. A decis√£o foi publicada no Boletim Geral Ostensivo de quinta-feira (15).

O agora ex-militar foi preso em outubro de 2019. De acordo com a PM-AL, ele aguarda julgamento preso no presídio militar do estado.

Por meio de nota, a PM-AL informou que o ex-militar foi expulso "pela pr√°tica de atos que afetam a honra pessoal, o pundonor Policial Militar, o decoro da classe e ética Policial Militar" (confira a nota na √≠ntegra ao final do texto).

A reportagem do G1 tentou contato com o advogado do acusado às 14h57, mas n√£o conseguiu reposta.

Em novembro de 2019, o Ministério P√ļblico de Alagoas (MP-AL) pediu a expuls√£o e a condena√ß√£o m√°xima do ex-militar. Segundo o promotor, as penas somadas pelos crimes cometidos pelo acusado podem chegar a 60 anos.

O G1 também entrou em contato com o Tribunal de Justi√ßa de Alagoas (TJ-AL) e foi informado que a audi√™ncia de instru√ß√£o de Valentim, quando o juiz vai ouvir as partes do caso antes de decidir se leva a j√ļri ou n√£o, deve acontecer no dia 4 de novembro.

O crime aconteceu no dia 15 de outubro de 2019, no bairro Pontal da Barra. A v√≠tima Aparecida Rodrigues Pereira, de 19 anos, foi abusada sexualmente e morta a tiros de arma de fogo. O namorado dela, de 24 anos, também foi atingido, mas sobreviveu e depois de alguns dias reconheceu o autor do crime.

Segundo a pol√≠cia, Josevildo Valentim confessou que o crime n√£o foi premeditado e estava sob efeito de drogas. Ele também confessou que j√° estuprou uma jovem em Marechal Deodoro entre 2013 e 2014, per√≠odo em que trabalhou na cidade. Outras quatro v√≠timas também reconheceram o ex-militar como autor dos crimes realizados contra elas.

Além dos casos de Marechal, o ex-militar também est√° sendo investigado por casos de estupro em Maceió e em Rio Largo.

Leia abaixo a íntegra da nota da Polícia Militar

A Pol√≠cia Militar do Estado de Alagoas vem a p√ļblico informar o licenciamento ex officio, no BGO n¬ļ 189 publicado no dia 15 de Outubro de 2020 a bem da disciplina e da moralidade da Administra√ß√£o P√ļblica, das fileiras da Pol√≠cia Militar de Alagoas, do Sd PM Josevildo Valentim, lotado no 1¬ļ BPM, nos termos art. 8¬ļ, I, IV, XII, XIII, XVI e XIX do Decreto n¬ļ 37.042/96 (Regulamento Disciplinar da PMAL), e no caput, do art. 33 e art. 34 c/c o art. 39, incisos I, IV, XII, XIII, XVI e XIX, tudo da Lei Estadual n¬ļ 5.346/92 (Estatuto dos Policiais Militares de Alagoas) pela pr√°tica de atos que afetam a Honra Pessoal, o Pundonor Policial Militar, o Decoro da Classe e a Ética Policial Militar, uma vez que ficou comprovado, nos autos, que o indigitado policial militar infringiu norma penal, cometendo crimes grav√≠ssimos.

A PMAL reitera o seu papel na sociedade, como uma instituição cumpridora dos seus deveres e responsabilidades constitucionais, e afirma que não tolera qualquer desvio de conduta por parte dos seus integrantes que venha prejudicar a sociedade

Fonte: G1
Comunicar erro
Alagoas Em Dia

© 2020 Alagoas Em Dia

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Alagoas Em Dia