Cachorro é encontrado em situação de maus-tratos em Maceió e responsável é preso em flagrante

Cachorro é encontrado em situação de maus-tratos em Maceió e responsável é preso em flagrante
Caso aconteceu no Benedito Bentes. Foi a primeira prisão registrada no estado, segundo a Comissão de Bem Estar Animal da OAB-AL, depois que a lei de maus tratos foi sancionada. Cachorro é encontrado em situação de maus tratos e responsável é preso em flagrante no Benedito Bentes

Comissão de Bem Estar Animal/ OAB-AL

A Comissão de Bem Estar Animal da OAB-AL foi acionada na manhã deste sábado (3) para verificar uma denúncia de maus-tratos no conjunto Benedito Bentes, em Maceió. Ao chegar no local, vizinhos informaram que um cachorro estava trancado sozinho numa casa há mais de uma semana, chorando bastante.

A presidente da Comissão, Rosana Jambo, chegou ao local acompanhada da Polícia Militar e encontrou o cachorro da raça Rottweiler em local insalubre, sentindo dores e sem conseguir andar, longe da água e da comida.

Testemunhas disseram que o responsável não aparecia em casa há dias. Foi feito contato com ele e ao chegar no local, foi dada voz de prisão.

O cachorro foi levado para uma clínica veterinária onde ficará em tratamento. Toda despesa deverá ser paga pelo tutor do animal que foi encaminhado para a Central de Flagrantes, no bairro do Farol.

Segundo Rosana Jambo, o crime de maus tratos agora é inafiançável. O responsável pelo cachorro ficará preso até a audiência de custódia que só deve acontecer na segunda-feira.

"Nela o juiz vai analisar o caso e decidir se ele responderá em liberdade ou se decreta a prisão preventiva. A pena para maus tratos é de 2 a 5 anos de prisão", informou Rosana.

A advogada disse também que essa foi a primeira prisão por maus tratos em Alagoas depois que a lei foi sancionada na terça-feira (29), aumentando a punição para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais.