Candidato a prefeito no Ceará tem carro alvejado a tiros em estrada de terra; polícia investiga suposto atentado

Candidato a prefeito no Ceará tem carro alvejado a tiros em estrada de terra; polícia investiga suposto atentado
O caso est√° em investiga√ß√£o e ainda n√£o é poss√≠vel dizer que se trata de um atentado por raz√Ķes pol√≠ticas. O carro do candidato à Prefeitura de Amontada, Paulo César dos Santos (PT), foi alvejado a tiros na noite deste s√°bado (26), enquanto ele e a mulher retornavam da casa de familiares à fazenda de propriedade do casal, no distrito de Aracatiara. O caso est√° em investiga√ß√£o e ainda n√£o é poss√≠vel dizer que se trata de um atentado por raz√Ķes pol√≠ticas.

Os tiros foram direcionados ao para-brisa do carro. O candidato teve apenas escoria√ß√Ķes devido aos estilha√ßos de vidro.

Digulgação

De acordo com a Secretaria da Seguran√ßa P√ļblica do Cear√°, as primeiras informa√ß√Ķes levantadas pela pol√≠cia s√£o de que o ve√≠culo do casal foi abordado por um grupo armado, que efetuou tiros contra o carro. A Delegacia Municipal de Amontada est√° à frente das investiga√ß√Ķes.

O crime ocorreu em uma estrada de terra, por volta de 21h30 do sábado. O candidato e a mulher estavam sozinhos no veículo e não foram atingidos pelos tiros.

A mulher de Paulo César, que preferiu n√£o ter o nome divulgado, conta que os criminosos estavam em uma motocicleta quando abordaram o carro. Segundo ela, os suspeitos a mandaram descer do ve√≠culo e correr, logo depois, ela ouviu cerca de seis disparos.

Os tiros foram direcionados ao para-brisa do carro. O candidato dirigia o ve√≠culo e, portanto, se encontrava no banco dianteiro, mas n√£o foi atingido. A v√≠tima teve apenas escoria√ß√Ķes devido aos estilha√ßos de vidro.

"Foi muito r√°pido, depois que eles fizeram os disparos, como a fazenda é próximo de l√° eu corri e pedi ajuda. O pessoal veio, e gra√ßas a Deus n√£o atingiu ele", relatou a mulher.

Investigação

A pol√≠cia da Delegacia de Itapipoca, que atende a regi√£o, foi ao local, colheu as primeiras informa√ß√Ķes e manteve contato com as v√≠timas, afirmou a Secretaria da Seguran√ßa.

O casal n√£o conseguiu identificar os suspeitos, que usavam capacetes.A pol√≠cia afirmou ter feito buscas na regi√£o, mas ninguém foi preso até o momento.

Ainda segundo a mulher, Paulo César n√£o chegou a revelar qualquer tipo de amea√ßa que tenha recebido antes do suposto atentado. A reportagem tentou conversar com o candidato, mas a mulher informou que ele estava "abalado" e "n√£o tinha condi√ß√Ķes" de falar.

De acordo com a Secretaria da Seguran√ßa, as v√≠timas ainda n√£o registraram boletim de ocorr√™ncia sobre o caso, e o carro ainda n√£o foi levado à unidade para passar por per√≠cia.