Alagoas tem duas cidades com mais eleitores que habitantes

Alagoas tem duas cidades com mais eleitores que habitantes
Em Belém e Jundi√°, excedente é de 737 eleitores em rela√ß√£o à popula√ß√£o desses munic√≠pios. Dados s√£o do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do IBGE. Belém e Jundi√°, no interior de Alagoas, t√™m mais eleitores que habitantes

Nelson Jr./TSE

Duas cidades alagoanas t√™m mais eleitores que habitantes. Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que h√° excesso de 737 pessoas registradas para votar em Belém e Jundi√° em rela√ß√£o à estimativa populacional do IBGE divulgada em julho de 2020.

Veja a situação detalhada por município:

Belém

Eleitores: 4.836

População: 4.284

Excesso de eleitores: 552

N√ļmero de eleitores aptos a votar equivale a 112,89% da popula√ß√£o

Jundi√°

Eleitores: 4.322

População: 4.137

Excesso de eleitores: 185

N√ļmero de eleitores aptos a votar equivale a 104,47% da popula√ß√£o

A biometria confirma a diferen√ßa. Em Belém, s√£o 4.811 eleitores com registro biométrico, 527 a mais que o n√ļmero de habitantes. J√° em Jundi√°, s√£o 4.263 registros biométricos, uma diferen√ßa de 126 pessoas.

O munic√≠pio com a maior diferen√ßa proporcional no pa√≠s é Severiano Melo (RN), que tem 6.482 eleitores registrados, mas apenas 2.088 habitantes, uma diferen√ßa de 310%.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Belém e aguarda posicionamento. A reportagem n√£o conseguiu falar com a Prefeitura de Jundi√°.

O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) informou ao G1 que as revis√Ķes de eleitorados de Belém e Jundi√° est√£o em tramita√ß√£o, mas n√£o h√° previs√£o para serem realizadas. O TRE é quem arca com os custos da revis√£o eleitoral.

O professor de ciência política da Universidade Federal do Paraná (UFPR) avalia que um dos motivos para a diferença pode ser o fato de o IBGE considerar o domicílio civil, onde a pessoa efetivamente mora, e de o TSE levar em conta o domicílio eleitoral, que pode ser o lugar em que o eleitor tenha "vínculo político, familiar, afetivo, profissional, patrimonial ou comunitário".

Ou seja, se a pessoa morava em um munic√≠pio e se mudou para estudar ou trabalhar, pode continuar votando na cidade de origem. Se tem um imóvel ou interesses comerciais em outra cidade, também.

Revis√£o do eleitorado

Nos casos em que h√° muita discrep√Ęncia entre eleitores e habitantes ou que h√° um aumento da transfer√™ncia de domic√≠lios, a legisla√ß√£o prev√™ que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve fazer uma revis√£o completa do eleitorado.

A Resolu√ß√£o 22.586/2007, do TSE, determina que seja feita uma revis√£o do eleitorado sempre que for constatado que o n√ļmero de eleitores é maior que 80% da popula√ß√£o, que o n√ļmero de transfer√™ncias de domic√≠lio eleitoral for 10% maior que no ano anterior, e que o eleitorado for superior ao dobro da popula√ß√£o entre 10 e 15 anos, somada à maior de 70 anos no munic√≠pio.