Com dois jogadores a mais, Palmeiras vence Corinthians por 2 a 0

Com dois jogadores a mais, Palmeiras vence Corinthians por 2 a 0

Um erro individual mudou completamente os rumos da partida que estava se desenhando entre Corinthians e Palmeiras na Neo Química Arena, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira. O confronto estava equilibrado até Fagner cometer um pênalti desnecessário, colocando a mão na frente da bola. Em desvantagem numérica, o time pouco pode fazer para reagir contra o alviverde.

Na segunda etapa, brilhou mais uma vez a estrela do garoto Verón, um dos destaques do Palmeiras na temporada. O jogo poderia ter tomado rumos ainda mais dramáticos após a expulsão de Danilo Avelar, que recebeu o segundo cartão amarelo. O placar de 2 a 0 ficou barato.

Leia também

PSG estreia no Campeonato Francês com derrota para o Lens

Marinho supera meme, afasta imagem 'folclórica' e se torna referência do Santos

SBT fecha acordo com a Conmebol para transmitir a Libertadores; veja detalhes

O JOGO

O derby começou equilibrado em Itaquera. Mais organizado que nas últimas partidas, o Corinthians tinha a bola no pé por mais tempo. O Palmeiras era contundente e mais eficaz nas roubadas de bola do que quando iniciava as investidas ao ataque. Aos 13 minutos, Otero poderia ter aberto o placar em grande estilo. Pela primeira vez como titular, o meia bateu de muito longe e acertou o travessão. No lance seguinte, tentou de falta e a bola foi com veneno, mas Weverton conseguiu fazer a defesa.

As trocas de passes e roubadas de bola se concentravam no meio de campo até o relógio marcar 30 minutos do primeiro tempo. O alviverde cresceu na partida, e passou a ter mais chances contra o gol de Cássio. Em uma bela jogada de Zé Rafael, que não tomou conhecimento de Ramiro, se livrou da marcação e deu um belo passe a Wesley, o goleiro fez uma grande defesa.

O camisa 21 apareceu mais uma vez com perigo minutos depois, em um cruzamento procurando Wesley dentro da pequena área, mas a bola passou por todo mundo e morreu na linha de fundo.

O lance capital da primeira etapa aconteceu nos minutos finais, em um pênalti bobo cometido por Fágner. Depois que Cássio saiu do gol para fazer a defesa em mais uma boa jogada de Wesley, Lucas Lima finalizou no rebote, e o lateral colocou o braço na bola. Vuaden expulsou o jogador, e Luiz Adriano foi para a cobrança – bateu forte no canto esquerdo, marcando o 11º gol na temporada, e se isolando na artilharia do Palmeiras.

Em vantagem numérica, o Palmeiras foi superior na segunda etapa. Thiago Nunes trocou as peças do elenco para suprir a falta do lateral Fagner, mas em campo, o time deixava muitos espaços, mesmo com a posse de bola por mais tempo – faltava criatividade e efetividade ao alvinegro. De contrato recém-renovado, Gabriel Veron ampliou a vantagem alviverde aos 19 minutos, após Lucas Lima arrancar pela direita e receber de Willian. O jovem de 18 anos teve apenas o trabalho de empurrar para o gol, sem que Cássio, já fora do lance, pudesse impedir.

O alviverde teve ainda a chance de ampliar o placar em uma bola parada, após falta de Gabriel em Bruno Henrique. Lucas Lima cruzou rasteiro e Luan finalizou, em posição de impedimento. O torcedor corintiano passou ainda mais nervoso nos minutos finais. Aos 40 minutos, Danilo Avelar chegou de sola em Patrick de Paula minutos após receber o primeiro cartão amarelo e leva o segundo. Com dois a menos, coube ao alvinegro apenas tentar se segurar para não levar mais gols.

Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta o Fluminense no Maracanã, no próximo domingo, às 16h. O Palmeiras recebe o Sport em casa, também no domingo, às 19h45. Com os três pontos, o time chegou aos 16 pontos, na quarta colocação. O Corinthians, com nove, permanece no 13º lugar.

CORINTHIANS 0 X 2 PALMEIRAS

CORINTHIANS – Cássio, Fagner, Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton (Sidcley); Gabriel, Cantillo (Mateus Vital) e Otero (Léo Natel); Ramiro (Michel), Gabriel Mosquito (Éderson) e Jô. Técnico: Tiago Nunes.

PALMEIRAS – Weverton, Mayke (Bruno Henrique), Luan, Gustavo Gómez e Viña; Patrick de Paula, Gabriel Menino, Zé Rafael (Ramires) e Lucas Lima (Rony); Wesley e Luiz Adriano. Vanderley Luxemburgo.

GOLS – Luiz Adriano (42/1ºT de pênalt) e Gabriel Veron (19/2ºT)

CARTÕES AMARELOS – Ramiro (35/1ºT), Otero (23/2ºT), Danilo Avelar (35 e 40/2ºT) no Corinthians; Mayke (14/2ºT), Zé Rafael (34/2ºT) no Palmeiras.

CARTÃO VERMELHO – Fagner (41/1ºT) e Danilo Avelar (40/2ºT).

ÁRBITRO – Leandro Pedro Vuaden.

LOCAL – Neo Química Arena, em Itaquera (SP).