Maceió avança para a fase azul e parte do interior de Alagoas avança para a fase amarela

Maceió avança para a fase azul e parte do interior de Alagoas avança para a fase amarela
Cinemas e teatros, que seriam abertos na fase azul, vão permanecer fechados nesta nova etapa na capital. Municípios do Sertão permanecem na fase laranja, com regras mais rígidas. Mapa apresentado pelo governo de Alagoas mostra mudança nas fases do distanciamento social controlado por causa do coronavírus

Reprodução/Facebook

O governador Renan Filho (MDB), em entrevista coletiva online na noite desta terça-feira (11), anunciou mais uma mudança de fases do distanciamento social controlado em Alagoas. Maceió sai da fase amarela e passa para a fase azul. As cidades do médio e alto Sertão permanecem na fase laranja e as demais regiões avançam para a fase amarela.

"Há avanços, mas há também a necessidade de seguirmos vigilantes, seguirmos cumprindo nosso papel, para a gente avançar", alertou.

O decreto com as novas bandeiras deve ser publicado ainda nesta noite, mas as novas fases só começam a valer a partir de segunda-feira (17). O governador explicou que as mudanças têm como base os números das semanas epidemiológicas que foram registrados desde o início da pandemia.

Alagoas registrou 1700 mortes por Covid-19 até esta terça-feira

Os segmentos culturais, que estavam previstos na fase azul, foram retirados dela e agora só terão permissão para voltar a funcionar na fase seguinte, a verde.

"O governo vai retirá-los da área azul e postergá-los para somente serem reabertos na fase verde. São eles: cinemas, museus e teatros. A saúde pública e o governo do estado entendem que, mesmo Maceió indo pra fase azul, ainda não é momento de abrir esses equipamentos", esclareceu Renan Filho.

Ainda na coletiva, o governador chamou atenção da população para que continue adotando as medidas de segurança necessárias.

"É fundamental que a gente siga colaborando com as medidas de distanciamento social, com o uso da máscara e com as medidas de higiene pessoal, especialmente lavar as mãos quantas vezes puder durante o dia e, quem puder, ficar em casa", reforçou o governador.

Ele alertou ainda para a possibilidade de retroceder alguma das fases caso os números voltem a subir.

"Se a gente relaxar, relaxar na nossa proteção individual, relaxar na proteção da nossa família, do nosso bairro, da nossa cidade, as coisas em Alagoas podem voltar a piorar", disse.