Miliciano é preso por homicídio e ocultação de cadáver de engenheiro, morto a pedido da ex-mulher

Miliciano é preso por homicídio e ocultação de cadáver de engenheiro, morto a pedido da ex-mulher

Um miliciano foi preso nesta segunda-feira, dia 27, por policiais da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), na comunidade do Sap√™, na Taquara, Zona Oeste do Rio. Anderson Nascimento Marinho, conhecido como Thor, é acusado de homic√≠dio e oculta√ß√£o de cad√°ver do gerente de uma multinacional petrol√≠fera, o engenheiro Wagner Franco, que foi encontrado morto em fevereiro de 2019, em Rio das Ostras, na Regi√£o dos Lagos.



De acordo com as investiga√ß√Ķes, a v√≠tima desapareceu após sair do consultório dent√°rio de sua mulher, Karina Lepre Franco, no comunidade do Terreir√£o, no Recreio dos Bandeirantes. As investiga√ß√Ķes apontam que a esposa planejou o crime para ser beneficiada com o valor do seguro e da indeniza√ß√£o da morte do marido, cerca de R$ 200 mil. O miliciano, com quem ela tinha um relacionamento, teria recebido R$ 10 mil para cometer o crime.

Anderson do Nascimento Marinho, o Thor
Anderson do Nascimento Marinho.

Karina foi presa em junho deste ano. Segundo a pol√≠cia, ela queria se separar do engenheiro Wagner, o que ele n√£o aceitava. Eles tinham uma filha de 18 anos. J√° sobre Thor, havia um mandado de pris√£o tempor√°ria expedido pela 4¬™ Vara Criminal da Capital. O miliciano é acusado de integrar a mil√≠cia da comunidade do Terreir√£o. O paradeiro dele foi descoberto após o trabalho do setor de intelig√™ncia da DDPA.

O crime

Em fevereiro de 2019, Wagner, ent√£o funcion√°rio da multinacional Shell do Brasil - era gerente predial respons√°vel por toda América Latina -, desapareceu no dia 7 daquele m√™s, após sair do consultório de Karina - montado por ele -, na comunidade do Terreir√£o, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. O casal seguia de carro para casa, também no Recreio, quando o ve√≠culo foi interceptado.

O engenheiro foi levado pelo miliciano, que conheceu a dentista após ir ao consultório dela para cobrar taxas de seguran√ßa estipuladas pela quadrilha. Os dois iniciaram um relacionamento, ainda de acordo com o "RJTV", da "TV Globo", e a partir da√≠ ela come√ßou a planejar o assassinato do marido.

O corpo de Wagner foi encontrado tr√™s dias depois do seu desaparecimento, com marcas de tiros e o abdômen cortado, numa praia em Rio das Ostras, na Regi√£o dos Lagos. A ideia era que o corpo afundasse e n√£o fosse localizado. Nesse meio tempo, Karina rompeu o relacionamento com o miliciano.