Coca-Cola anuncia pausa por 30 dias em anúncios em Facebook e Twitter

Coca-Cola anuncia pausa por 30 dias em anúncios em Facebook e Twitter
Empresa alega que está revisando suas políticas de anúncio digital e espera medidas de transparência e responsabilização dos parceiros de mídias sociais em ocorrências de racismo. Garrafas de Coca-Cola em prateleira de supermercado.

Reuters/Regis Duvignau

A Coca-Cola Company anunciou na sexta-feira (26) uma pausa de 30 dias em todo o conteúdo de publicidade patrocinado nas redes sociais Facebook e Twitter.

A empresa alega que está revisando suas políticas de anúncio digital, um movimento entre marcas que exigem que as plataformas definam melhores formas de lidar com conteúdo de ódio online. Também nesta sexta, a empresa de bens de consumo Unilever suspendeu suas peças nas redes sociais até o final do ano, pelo menos, devido a um "período eleitoral polarizado".

Unilever suspende publicidade nos EUA por Facebook, Twitter e Instagram

A Coca-Cola aponta para casos de racismo não solucionados pelas empresas de tecnologia. De acordo com nota assinada pelo CEO, James Quincy, a empresa de bebidas aguarda medidas de transparência e responsabilização dos parceiros de mídias sociais para retornar a investir em publicidade nas redes.

"Não há lugar para o racismo no mundo e não deve haver nas redes sociais", diz Quincy. "Tomaremos esse tempo para readequar nossas políticas de publicidade e determinar se há revisões necessárias."

Procurados pelo G1, Facebook e Twitter não responderam até a última atualização desta reportagem.