VÍDEO: Pâmela Pantera é procurada em SP por suspeita de tráfico de drogas

Modelo de 22 anos já foi capa de revista masculina e é apontada como chefe de grupo de garotas de programa que vendia drogas para clientes em Brasília

VÍDEO: Pâmela Pantera é procurada em SP por suspeita de tráfico de drogas

A Pol√≠cia Civil procura a modelo Fl√°via Tamayo, que ficou conhecida no meio art√≠stico como P√Ęmela Pantera. Ela j√° foi capa da revista Playboy. Ela fez fama depois de participar do concurso Miss Bumbum em 2018, quando terminou em segundo lugar. Segundo a pol√≠cia, P√Ęmela faz parte de uma quadrilha de garotas de programa de luxo que vendem conca√≠na para clientes poderosos, como empres√°rios e pol√≠ticos de Bras√≠lia. Os homens que frequentavam o flat de P√Ęmela Pantera e consumiam coca√≠na também devem ser intimados.

A pol√≠cia do Distrito Federal chegou até ela depois de demonstar uma rede de prostitui√ß√£o e venda de coca√≠na. P√Ęmela Pantera é apontada como chefe de um grupo de garotas de programa de luxo que atendiam nos hotéis de Bras√≠lia. Os programas custavam em média R$ 800. Em muitos desses encontros elas também comercializavam drogas. A investiga√ß√£o aponta que ela levaria drogas para programas em outros estados e até fora do Brasil.



P√Ęmela Pantera passou a ser conhecida no meio policial como a "Musa do Pó". Ela nasceu em S√£o Paulo e tem 22 anos. Nas redes sociais, com nome de Fl√°via Tamayo, faz publica√ß√Ķes sempre sensuais. Ao todo, 18 pessoas ligadas a ela foram presas em uma opera√ß√£o realizada na semana passada.

Na opera√ß√£o realizada pela pol√≠cia do Distrito Federal, seis garotas de programa e um fornecedor de coca√≠na foram detidos. Faltam ainda a pol√≠cia achar outros tr√™s homens que eram respons√°veis por abastecer o estoque de drogas da quadrilha. P√Ęmela est√° nessa lista de criminosos procurados pelo Brasil.

À procura de P√Ęmela

Mas a pol√≠cia n√£o conseguiu encontra a Pantera. Ela tinha acabado de deixar Bras√≠lia. A suspeita é de que a Musa do Pó esteja escondida em S√£o Paulo, na capital ou em alguma cidade da Regi√£o Metropolitana. As buscas continuam. A estratégia é manter em sigilo os próximos passos da investiga√ß√£o.

O perfil de Fl√°via na rede social continua ativo. Fotos e v√≠deos que ostentam luxo e paisagens paradis√≠acas. Segundo a pol√≠cia, com o dinheiro do tr√°fico ela pode viajar o mundo. P√Ęmela esteve em parques tem√°ticos internacionais, vinhedos e praias badaladas frequentadas por celebridades internacionais.

A jornalista e modelo Débora Porto participou do mesmo concurso que deu fama a P√Ęmela Pantera. "Ela postava fotos de casas, mans√Ķes e iates", diz Débora. "Para uma influencer j√° é dificil. Imagine para uma modelo? A n√£o ser que ela seja a Gisele Bundchen. A√≠ é outro naipe."

A Record TV tentou contato por meio do telefone que P√Ęmela divulga na internet, sem sucesso.

Doutor Bumbum

P√Ęmela j√° se envolveu em outras pol√™micas. Em uma entrevista concedida ao Balan√ßo Geral ela afirmou que j√° foi v√≠tima do médico Denis César Barros Furtado, mais conhecido como Doutor Bumbum, por aplicar de forma irregular produtos proibidos para aumentar a regi√£o dos gl√ļteos.

O médico foi preso em julho de 2018. Ele foi denunciado pelo Ministério P√ļblico pela morte de uma paciente que tinha acabado de passar por um procedimento estético na casa dele. No come√ßo de 2019, a Justi√ßa aceitou o pedido de habeas corpus e ele responde pelo crime em liberdade.