Fifa faz mudanças e autoriza jogadores a atuarem por 3 times na mesma temporada

Fifa faz mudanças e autoriza jogadores a atuarem por 3 times na mesma temporada

A Fifa divulgou nesta quinta-feira (11) um documento com novas recomendações e diretrizes, ampliando questões regulatórias no futebol em resposta aos efeitos da pandemia do novo coronavírus. Uma das novidades é a permissão para jogadores atuarem em três clubes diferentes na mesma temporada.

A administração da Fifa realizou reuniões recentemente com representantes de clubes, associações e federações e definiu algumas alterações, principalmente sobre questões de contratos e inscrições. Todas as mudanças passam a valer imediatamente.

Segundo a entidade, "para evitar preocupações com jogadores desempregados", os atletas podem se registrar e atuar em até três clubes diferentes na mesma temporada, sendo elegíveis, porém, a jogar partidas oficiais por apenas dois desses times.

Em relação a casos de jogadores cujos contratos terminam nas próximas semanas, antes do fim de campeonatos nacionais e torneios continentais, a Fifa diz que orientou as federações a prolongarem os vínculos respeitando a legislação de cada país.

Outra novidade é a autorização, sob algumas condições, da abertura das próximas janelas de transferências mesmo com torneios ainda inacabados nesta temporada. A ideia é dar flexibilidade para as federações de cada país planejarem os seus calendários.

Segundo o documento, a Fifa permite a abertura, mas orienta que os países não abram suas janelas enquanto os campeonatos desta temporada não forem finalizados. O mercado deve coincidir com os jogos pelo período de, no máximo, quatro semanas.

A entidade máxima do futebol também destacou que o primeiro período de mercado aberto da temporada 2020/21 – a tradicional janela de verão na Europa – não poderá exceder três meses. Normalmente, a janela de transferências europeia no verão não começa até que a temporada seja concluída.

Nas novas janelas, abertas ainda com as competições da temporada 2019/2020 acontecendo, a Fifa vai permitir trocas de jogadores entre os clubes, bem como a possibilidade de times assinarem com atletas sem contratos. No entanto, os atletas em questão só poderão jogar torneios nacionais na temporada 2020/2021.

*Com informações do Estadão Conteúdo