Vídeo: Protesto anti-racista termina em vandalismo e confronto com a polícia no Centro de Curitiba

Vídeo: Protesto anti-racista termina em vandalismo e confronto com a polícia no Centro de Curitiba

A manifesta√ß√£o teve in√≠cio às 18h, na Pra√ßa Santos Andrade, em frente à Universidade Federal do Paran√° (UFPR). Após o ato, os manifestantes seguiram em passeata até o Centro C√≠vico, onde ag√™ncias banc√°rias foram depredadas e o confronto com as equipes policiais aconteceu. O Shopping Mueller e a sede do Fórum de Curitiba também teriam sido alvos de vandalismo.

Bianca, uma das integrantes da manifesta√ß√£o, conta que se assustou com a confus√£o após ser atingida por uma bala de borracha. "Os policiais come√ßaram a atirar balas de borracha e usar bombas de lacrimog√™nio. Uma bala pegou na minha perna e depois me deu um ataque de p√Ęnico", contou à Banda B.

Em nota, a Prefeitura de Curitiba informou que houve registro de danos em algumas esta√ß√Ķes-tubo na regi√£o do Centro C√≠vico e pontos de mobili√°rio urbano na Pra√ßa Tiradentes, Nestor de Castro.


Veja imagens:

  • 2/4(Foto: Guilherme Lara Rosa/Banda B)
  • 3/4(Foto: Daniela Sevieri/Banda B_
  • 4/4(Foto: Guilherme Lara Rosa/Banda B)


Anti-racista

Com o slogan "Vidas negras importam!", a manifesta√ß√£o foi organizada pelo Facebook e a descri√ß√£o da p√°gina do evento no Facebook explica que o protesto é "contra o genoc√≠dio da popula√ß√£o negra".

"N√£o somos todos iguais! Somos mortos todos os dias pela cor da nossa pele, por nossos tra√ßos, por sermos periféricos e favelados! Queremos equidade, queremos ser vistos ocupando todos os espa√ßos que também s√£o nossos e nos é tirado. Queremos estar VIVOS!", escreveram os organizadores na p√°gina do evento.


Assista abaixo: