Fred vai de bicicleta de Belo Horizonte ao Rio para se apresentar ao Flu

A promessa de Fred de viajar de Belo Horizonte até o Rio de bicicleta para se apresentar ao Fluminense começou a ser cumprida na manhã desta segunda-feira (1º). Um dia [...]

Fred vai de bicicleta de Belo Horizonte ao Rio para se apresentar ao Flu

A promessa de Fred de viajar de Belo Horizonte até o Rio de bicicleta para se apresentar ao Fluminense começou a ser cumprida na manhã desta segunda-feira (1º). Um dia após o anúncio do retorno do centroavante ao clube carioca, ele começou a pedalar, deixando a capital mineira rumo ao CT da equipe.

A distância entre Belo Horizonte e o Rio é de 450 quilômetros, mas o percurso de Fred será maior. Ele o percorrerá pela Estrada Real, o que o fará pedalar por cerca de 600km, acompanhado por uma equipe de auxílio. No Instagram, o centroavante publicou uma pausa em Congonhas, uma das cidades históricas de Minas Gerais.

"Foi dada a largada! É com muita alegria que divido aqui com vocês o "Tour do Fred", uma ideia que nasceu com a vontade de ajudar e fazer a diferença para quem precisa. Nosso objetivo é arrecadar cestas básicas pra cerca de 4 mil famílias nessa jornada que está começando hoje rumo ao CT do Fluminense", escreveu Fred. "Conto com vocês nessa jornada solidária! Eu pedalando, vocês doando de casa, e todos nós unidos por uma causa maior", acrescentou.

 

Fred jogou no Fluminense entre 2009 e 2016, período em que foi protagonista nas conquistas de dois títulos do Campeonato Brasileiro, em 2010 e 2012, além de ter sido fundamental para o clube escapar do rebaixamento em 2009, quando as chances de permanecer na elite nacional eram remotas.

Terceiro maior artilheiro do time tricolor, o centroavante, que estava no Cruzeiro, assinou contrato até julho de 2022. O jogador tinha vínculo com a equipe mineira até o fim deste ano, mas, após o rebaixamento para a Série B, os dois lados entenderam ser melhor a rescisão do acordo.

No contrato fechado com o Fluminense, Fred vai abrir mão da maior parte de seus rendimentos para receber dois salários mínimos enquanto o Campeonato Brasileiro não começar.

*Com Estadão Conteúdo